Todos os posts de adrielymaria94

O Designer de informação na passarela

      O Designer de Informação é todo aquele que transmite informação,  isso varia do designer gráfico até o designer de moda, já aprendemos muito sobre o designer gráfico, agora vamos aprender algo mais, glamouroso.

O enfoque do post além de mostrar o que é o designer de informação no contexto da moda também irá fazer um tour pelo mundo onde a moda tem sido o auge da economia.
Esse mundo mais conhecido como o paraíso das consumidoras, das viciadas em compras, das verdadeiras capitalistas. Levantasse a questão de ” como é que essa marca ficou tão famosa?” ” como a moda fatura milhões por ano?” o que é necessário ser feito para atingir a massa de tal forma?” É pessoal são muitas questões levantadas, a moda não é datada, não se tem uma data para se dizer quando foi criada, como surgiu, porém sabemos que a moda nos dias de hoje é  a contextualização do glamour, do famoso. A moda nos remete ao mundo esplendoroso e único das celebridades.
Vestidos deslumbrantes, costureiros famosos, tecidos e aviamentos de ultima geração. Não nos leva a pensar que desde a pré-história o homem vem criando sua moda, não somente para proteger o corpo das intempéries, mas como forma de se distinguir em vários outros aspectos tais como sociais, religiosos, estéticos, místicos ou simplesmente para se diferenciar individualmente.
A moda tem evoluído constantemente, e feito girar muito dinheiro, marcas famosas que existem a anos, que é passado de geração a geração, industrias textil, tem virado zona de faturamento mundial e esse mercado só tem a crescer, quem é que nunca comprou uma roupa pela sua propaganda? pela sua marca ? pois é, o Designer de moda é um designer de informação pois ele transmite ao seu publico a informação de que seu desenho pode estar em seu corpo basta você gastar um pouquinho para ter aquele lindo sapato da Channel ou mesmo aquela bolsa da Gucci, e assim vai.
Agora chega de falatório, vamos ver as imagens e videos para te deixar com o bolso coçando, e a vontade de sair correndo e entrar na primeira loja Louis Vuitton que estiver na sua frente.

É isso ae pessoal, o Designer de moda é o designer que passa a informação pela própria roupa ou acessório.
Pra você, entender um pouco da profissão do Designer de moda, além do video ser um explicativo da profissão também define a ação do designer de moda como designer de informação

Confira um desfile belíssimo da marca Channel

Por: Adriely Maria

TIPOGRAFIA: VISÃO DO WEB DESIGNER

TIPOGRAFIA / TIPOLOGIA

A Tipografia é conhecida como a impressão dos TIPOS e está desaparecendo com o desenvolvimento do computador. Tipologia é o estudo da formação dos tipos, essa por sua vez cresce a cada dia. Mas no final, a nomenclatura utilizada é tipografia, assim como fonte virou tipo, atualmente.

O termo tipo é o desenho de uma determinada família de letras como por exemplo: verdana, futura, arial, etc.

 As variações dessas letras (ligth, itálico e negrito, por exemplo) de uma determinada família são as fontes desenhadas para a elaboração de um conjunto completo de caracteres que consta do alfabeto em caixa alta e caixa baixa, números, símbolos e pontuação.

Os tipos constituem a principal ferramenta de comunicação. As faces alternativas de tipos permitem que você dê expressão ao documento, para transmitir instantaneamente, e não-verbalmente, atmosfera e imagem

Tipografia é transformar um espaço vazio, num espaço que não seja mais vazio. Isto é, se você tem uma determinada informação ou texto manuscrito e precisa dar-lhe um formato impresso com uma mensagem clara que possa ser lida sem problema, isso é tipografia.
– Wolfgang Weingart

Bom design é aquele que utiliza bem as potencialidades da tipografia.
Aliás, não é por acaso, que o conhecedor do design de qualidade, consegue ver pelos tipos de letra utilizados se, quem fez determinado projecto é ou não profissional.

Na era da Revolução Digital, também não é de admirar, que a tipografia seja uma área bastante complexa, recorrendo a tecnologias específicas e bastante avançadas, para obter o melhor resultado em ecrã, impressoras postscript, plotters, etc.

Falar em tipografia digital é falar em criação de famílias de tipos (para serem utilizados nos computadores pessoais em diversas aplicações, por exemplo), mas também na criação de logotipos, letterings, títulos, enfim, todo um universo tipográfico que recorra ao design de tipos para fins específicos e por vezes únicos (ex: logotipo).

TIPOLOGIA E DESIGN

O maior de todos os objetivos do designer gráfico é o bom senso e a criatividade bem aplicada. Ele precisa comunicar algo a alguém, e tem que chamar a atenção. A parte escrita é muito importante num projeto gráfico e saber utilizar de forma correta os tipos ou fontes é fundamental. Alguns passos São abordados na construção de uma página:

1. Contraste – É importante lembrar de algumas regras quando usar as fontes na composição: tamanho, peso, estrutura, forma, direção, cor.

E algumas regras valem como dicas permanentes na diagramação com tipos: fontes com serifa facilitam a leitura, mas cuidado, na tela do computador as serifas podem atrapalhar pois ficam serrilhadas nos pixels. Fonte sem serifa é ideal para títulos, frases de cartaz, outdoor e textos de leitura rápida.

O alinhamento à esquerda também facilita a leitura. Cuidado com o contraste que forma a cor com o fundo: amarelo sobre branco tem uma leitura difícil, vermelho sobre verde vibra muito, branco sobre preto em texto longo cansa a leitura.

2. Repetição – é o que cria uma identidade visual com o leitor, estabelecendo uma hierarquia, utilize determinadas fontes em determinados pontos da sua página, como títulos, sub-títulos e em pontos estratégicos.

3. Alinhamento – centralize ou justifique quando o tema do seu site e o texto for formal, caso contrário procure utilizar o texto de forma mais livre e disponha conforme a sua criatividade e o bom senso permitirem. Há cinco maneiras básicas de organizar as linhas de composição em uma página :

Justificada : todas as linhas têm o mesmo comprimento e são alinhadas tanto à esquerda quanto à direita.
Não-justificada à direita : as linhas têm diferentes comprimentos e são todas alinhadas à esquerda e irregulares à direita.
Não-justificada à esquerda : as linhas têm diferentes comprimentos e são alinhadas à direita e irregulares à esquerda.
Centralizada : as linhas têm tamanho desigual, com ambos os lados irregulares.
Assimétrica : um arranjo sem padrão previsível na colocação das linhas.

4. Legibilidade – Talvez seja o ponto fundamental, é muito importante saber utilizar estilos de fontes em determinados casos, fontes desconstruídas e modernas se encaixam bem em sites modernos e jovens, fontes clássicas e manuscritas muitas vezes se encaixam bem em sites clássicos e sérios, fontes normais e sérias se encaixam perfeitamente em sites institucionais e moderados.

Classificação dos tipos : É o conjunto completo de caracteres sob o mesmo estilo e em todos os corpos: caixa alta e baixa, sinais de pontuação, acentos e numerais.

Família de tipos: São todas as variações de uma fonte: Helvética Narrow, Helvética Narrow Bold, Helvética Narrow Bold Oblique.

Classificação
serifa triangular – elzevir, ex:Times New Roma

serifa linear – didot, ex:Bodoni
serifa quadrada – egípcio, ex: GeoSlab
ausência de serifa – antigo
sem serifa, ex: Helvética
semi sem serifa, ex: Optima
cursivas ( manuscritas ), ex: Thelly Alegro BT
fantasias, ex: Kidnap

Fontes digitais – Com o advento do computador a adobe desenvolve a linguagem postscript que possibilitou um novo formato de fonte, o vetorial.


Família de letras de imprensa –

Fontes Adobe Type 1 – apresentam um nó a cada 90 graus, trazendo refinamento e precisão ao desenho do tipo. Para impressão.
Fontes True Type – apresentam um nó a cada 45 graus, portanto apresentam defeitos quando ampliados. Para saída web.

 família de letras de imprensa

Romana antiga
Criada pelos franceses no século XVIII, inspirada na escrita monumental romana, proporciona ao leitor um inconsciente descanso visual, alcançando o maior grau de visibilidade de todas as famílias.

Romana moderna
Criada pelos italianos no século XVIII, apresenta uma evolução dos romanos clássicos, Esteticamente agradáveis, trouxeram sensível melhora na legibilidade das letras.

Egípcia ou Serifa Grossa
Criada com o advento da revolução industrial, no século XVIII, tem como característica estrutural uma certa uniformidade nas hastes e serifas retangulares.

Lapidária ou Sem Serifa
Criada na Alemanha no século XIX, possui caracteres com poucas variações em suas hastes, cujos arremates não possuem serifas. Indicada para a confecção de hastes e embalagens, mas desaconselhável para textos longos.

Cursiva
     São as letras que não se encaixam em nenhuma das famílias já vistas. Elas têm hastes e serifas livres, o que as tornam as mais ilegíveis de todas, limitando seu uso a destaques, com número limitado de toques.
    

PADRÕES PARA WEB

     O produtor de conteúdo e o designer deve se preocupar com a padronização gráfica que adotará na produção do texto e na solução gráfica da aplicação web. 
    Aplicar pouca variedade de tipos, evita uma miscelânea de letras que acabam por dificultar a leitura e a definição de um estilo para a o conjunto da aplicação.

TIPOS/ TIPOGRAFIA 

images (1)

images

 

images (2)

Tipografia em WebDesign

 

TIPOGRAFIAS: CRIAÇÕES DO WEB DESIGNER

images (4)

images (5)

Tipografia em WebDesign

MUNDO DAS FOTOGRAFIAS

FOTO 1
FOTO 1

Contraste: O contraste da imagem esta bem incorporada, pois se usam diferentes cores para dar melhor preenchimento e melhor contato visual.

Repetição: A repetição das linhas da espessura no banner é de rápida absorvi são do conteúdo que a propaganda nos passa, as letras e as cores estão devidamente posicionadas, ajudando a criar uma organização e fortalecer a unidade.

Alinhamento: O alinhamento consiste em não se colocar nada arbitrariamente isso que o designer desse banner fez, as linhas estão bem posicionadas e os espaços bem preenchidos.

Proximidade: As unidades estão bem organizadas, pois cada uma esta no seu devido lugar assim ajuda a organização tornando-se uma unidade visual.

FOTO 2
FOTO 2


Contraste: O contraste da imagem esta bem atrativo pois as cores foram colocadas em base do dourado preto e branco cores que automaticamente chamam a atenção de quem visualiza

Repetição: A cor bem repetida transferi uma forma do designer atrair os olhares do público, e também fortalecendo a unidade.

Alinhamento: O anglo está um pouco fora de contexto pois alguns elementos não fazem ligações com os outros.

Proximidade: Os itens estão um pouco fora de organização causando uma junção de varias unidades individualizadas assim causando um pouco de desorganização de informação.

FOTO 3 ( BANNER COM 4 IMAGENS )
FOTO 3 ( BANNER COM 4 IMAGENS )

Contraste: as cores chamam atenção de quem visualiza, a mensagem é bem transmitida são usadas figuras sem a conexão de palavras.

Repetição: Como são 4 banners a repetição não foi uma ferramenta muito utilizada pois cada um tenta passar uma informação diferente.

Alinhamento: Por mais que estejam separadas cada banner dessa imagem tem a mesma ligação visual, isso cria uma aparência limpa e sofisticada.

Proximidade: Os itens relacionando entre si estão agrupados de forma próxima causando uma organização de informação reduzindo a desordem que as vezes a proximidade causa.

FOTO 4
FOTO 4


Contraste: as cores chamam atenção de quem visualiza, a mensagem é bem transmitida são usadas figuras sem a conexão de palavras.

Repetição: As cores bem repetidas transferem uma forma de designer atrair os olhares do público, e também fortalecendo a unidade.

Alinhamento: O alinhamento consiste em não se colocar nada arbitrariamente isso que o designer desse banner fez, as linhas estão bem posicionadas e os espaços bem preenchidos.

Proximidade: Os itens relacionando entre si estão agrupados de forma próxima causando uma organização de informação reduzindo a desordem que as vezes a proximidade causa.

FOTO 5
FOTO 5

Contraste: A foto evita os elementos meramente similares isso é um ponto positivo na Imagem. A foto não se prende no básico e inova com cores inovadoras.

Proximidade: A proximidade mostra como foi à organização da imagem ajudando com uma melhor visualização da mensagem.

Repetição: Se é repetido fontes e a linha.

Alinhamento: Os espaços estão bem preenchidos e organizados.

FOTO 6
FOTO 6

Contraste: O contraste da imagem esta bem incorporada, pois se usam diferentes cores para dar melhor preenchimento e melhor contato visual.

Repetição: A repetição das linhas da espessura no banner é de rápida absorvi são do conteúdo que a propaganda nos passa, as letras e as cores estão devidamente posicionadas, ajudando a criar uma organização e fortalecer a unidade.

Alinhamento: O alinhamento consiste em não se colocar nada arbitrariamente isso que o designer desse banner fez, as linhas estão bem posicionadas e os espaços bem preenchidos.

Proximidade: As unidades estão bem organizadas pois cada uma esta no seu devido lugar assim ajuda a organização tornando-se uma unidade visual.

FOTO 7
FOTO 7

Contraste: É muito bem evitado fatores similares causando uma boa atração na imagem.

Proximidade: Os itens estão bem agrupados não causando poluição ao olhar de quem quer o produto.

Repetição: É bem repetido as cores e a fonte das letras e a textura.

Alinhamento: A ligação visual causa a impressão de uma aparência limpa e suave.

 

 FOTO 8


Contraste: A foto evita os elementos meramente similares isso é um ponto positivo na Imagem.

Proximidade: A proximidade mostra como foi à organização da imagem delimitando espaços e preenchendo o que chamamos de espaços vazios na imagem.

Repetição: cada item da foto tenta passar uma informação diferente.

Alinhamento: Por mais que estejam separadas as linhas se unem e transmite a informação.

FOTO 9

Contraste: É muita cor junta assim evita que o espectador ou leitor veja o que realmente lhe é importante.

Proximidade: A proximidade da modelo com as sacolas da visão do leitor estão idéias para chamar a atenção porem é causada uma poluição visual.

Repetição: A repetição nessa foto não foi algo adequado um ponto negativo são as cores e fontes inapropriados.

Alinhamento: A aparência não é limpa e causa um certo impacto negativo como propaganda.

FOTO 11

Contraste: Os elementos similares causam um certo impacto gritante pois é muito espaço se informação adicionada

Repetição: Os tons vermelho e verde são repetidos porém é usado um tom branco sob azul para quebrar essa certa repetição.

Alinhamento: As linhas dão uma certa organização meramente ilustrativa.

Proximidade: A proximidade era algo realmente importante porém pode se notar que a uma certa distância dos itens causando uma ligação não visual.

FOTO 12

Contraste: O intuito da propaganda é atingindo pois a imagem já se relaciona com o produto e as cores são bem definidas.

Proximidade: O anglo é bom e não é nada perturbador para o leitor da imagem.

Repetição: As fontes e as cores são bem repetidos no tom ideal.

Alinhamento: As linhas estão em padrão causando uma certa sofisticação da imagem e do produto oferecido.

FOTO 13 

Contraste: O contraste da imagem esta bem incorporada, pois se usam diferentes cores para dar melhor preenchimento e melhor contato visual.

Repetição: A repetição das linhas da espessura no banner é de rápida absorvi são do conteúdo.

Alinhamento: As linhas estão bem posicionadas e os espaços bem preenchidos.

Proximidade: As unidades estão bem organizadas pois cada uma esta no seu devido lugar assim ajuda a organização tornando-se uma unidade visual.

FOTO 14

Contraste: Cores comuns e de fácil visualização (preto, branco e marrom). O nome em destaque esta bem chamativa transmitindo o que é vendido no local ajudando ao cliente.

Repetição: Nas cores das letras e da ilustração para não sair do padrão proposto.

Alinhamento: Não se tem alinhamento, pois a parte escrita esta centralizada.


Proximidade: Os vários itens estão próximos tornando-se vários unidades individualizada causando certa desordem.


foto

Contraste: As cores verdes escuro e verdes claro causando um contraste que da uma atração visual mais chamativa e atrativa.

 Repetição: A repetição das linhas da espessura no banner é de rápida absorvi são.

Alinhamento: O alinhamento está bem posicionado causando a impressão de algo bem produzido e pensado, sofisticado

Proximidade: As unidades estão bem organizadas pois cada uma esta no seu devido lugar reduzindo o perigo de não transmitir a informação.

FOTO

Contraste: O contraste da imagem esta bem incorporada, pois se usam diferentes cores para dar melhor preenchimento e melhor contato visual.

Repetição: A repetição das linhas da espessura no banner é de rápida absorvi são do conteúdo .

Proximidade: As unidades estão bem organizadas. Assim ajuda a organização tornando-se uma unidade visual.

Alinhamento: As linhas da imagem delineiem o padrão ideal da informação oferecida no cartaz.

foto

Contraste: A foto tem pouco contraste e isso causa elementos similares demais para a pagina.

Proximidade: A proximidade mostra como foi à organização, no caso dessa imagem percebe-se a confusão de informações.

Repetição: cada item da foto tenta passar uma informação diferente, traduzindo os efeitos da desorganização.

Alinhamento: As informações estão muito juntas e desordenas assim impedindo de se concentrar na verdade informação pois não se é perceptível as linhas.

 

 

 

 

 Por: Adriely Maria